Vestibular UCPel

A turma de Psicoterapia Psicanalítica II, do curso de Psicologia da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), realizou uma atividade prática com o objetivo de criar uma sala de recursos terapêuticos para crianças e adolescentes, utilizando técnicas de Inteligência Artificial (IA). 

Os alunos foram direcionados ao Laboratório de Informática da universidade, no intuito de criar um setting terapêutico – ambiente físico e emocional onde a terapia acontece – utilizando o LeonardoAI, uma plataforma de criação de imagens, que emprega a inteligência artificial para criar gráficos e ilustrações de alta qualidade, 

Durante as apresentações, os estudantes expuseram a base do seu trabalho – o estudo teórico e as discussões com especialistas da área. Além disso, discutiram o papel do brincar, da leitura do lúdico e dos processos de comunicação não verbal dos pacientes durante a imaginação do setting terapêutico. 

Para a idealizadora do projeto e designer instrucional do Núcleo de Educação a Distância (NEaD), Flavia Mendes, essa atividade, além de reforçar o conhecimento teórico, desenvolveu habilidades de criatividade, produção textual, comunicação e senso crítico ao utilizar ferramentas de inteligência artificial. “Considerando os constantes avanços tecnológicos, é fundamental que os estudantes saibam manusear e utilizar da melhor maneira as ferramentas disponíveis”, disse.

Redação Pedro Vargas