Psicologia

Laboratórios

ESPAÇO FÍSICO / SALAS DE AULA

O curso dispõe de salas de aula devidamente equipadas, com notebook, projetor multimídia, caixas de som.

LABORATÓRIOS

- Laboratório de Informática com programas específicos
Utilizam-se os laboratórios disponíveis no Campus I para as aulas de Métodos de Investigação em Vida e Saúde I, Trabalho de Conclusão em Psicologia I e II, Metodologia de Pesquisa Quantitativa em Saúde.

AUDITÓRIOS
O Curso tem acesso, principalmente, a três auditórios localizados no Campus I: Dom Antônio Zattera, com 360 lugares e dois mini-auditórios, com 80 lugares, cada um deles.

Clínica Psicológica

Equipe
Professores Supervisores:
Andréa Veiga Wagner
Sinara Franke de Oliveira
Lucia Grigoletti
Vera Figueiredo
Ricardo Azevedo da Silva
Maria Clara Salengue

Técnicos Administrativos: Alessandra Pontes de Almeida Peres
Alunos: Graduação 80

Projetos e Atividades Desenvolvidas

Psicoterapia Individual
Objetivos: terapêutico, amenizar sintomas e melhora na qualidade de vida.
Problemas de Aprendizagem
Objetivos: Orientar em relação às dificuldades dos filhos e preparar os pais para que possam fazer em casa atividades para facilitar o processo de aprendizagem do filho.
Avaliação Psicológica
Objetivos: Avaliar a demanda a fim de verificar a necessidade de encaminhamento para Clínica Psicológica ou outro serviço da rede de saúde do município.
Grupos de Orientação à Pais
Objetivos: Orientar em relação ao desenvolvimento evolutivo.
Reuniões Administrativas
Objetivos: Acompanhar os alunos, possibilitando reflexão, discussão e troca de experiências em relação ao trabalho desenvolvido nos estágios.
Grupo de Habilidades Sociais: Desenvolver habilidades sociais , visando a importância do uso dessas na interação e participação na vida profissional do adolescente.

Número de atendimentos: 3431

 

CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL – CAPS ESCOLA

A Universidade Católica de Pelotas é pioneira em ter um CAPS-ESCOLA, constituindo-se até o momento como a única a prestar tal serviço ligado à rede de atendimento do município.
O projeto inicial começou em 1995 com professores da Escola de Psicologia (responsável pela Direção, Ricardo Azevedo da Silva e pela disciplina de Psicologia Comunitária, Carmen Lopes) e o Coordenador da Comissão Nacional de Reforma Psiquiátrica, Flávio Resmini. Foi concebido como um serviço interdisciplinar, tendo o objetivo de que os acadêmicos exercitassem a habilidade de trabalhar “estreitamente com outras áreas de conhecimento, colocando as relações entre a universidade e a sociedade numa perspectiva mais dinâmica e ativa”. (Projeto, CAPS-ESCOLA). O CAPS ESCOLA foi inaugurado no dia 8 de junho de 2001, numa parceria inicial entre Secretaria Municipal de Saúde, Universidade Católica de Pelotas e o Hospital Universitário São Francisco de Paula, logo após entrar em vigor a lei nº 10.216 de 6 de abril de 2001 que “dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental”.
Atualmente, o convênio foi restabelecido entre Secretaria Municipal da Saúde e UCPel através do Curso de Psicologia que se responsabiliza pelos profissionais da Psicologia, Serviço Social, Psiquiatria e pela Coordenação Técnica. Pelotas é uma das cidades brasileiras a contar com uma rede de sete CAPS estabelecendo-se a proporção de 1 para cada 50.000 habitantes. Destes um AD (Álcool e Drogas) e os demais do tipo II. Cada um atendendo território específico, com exceção do AD. O CAPS-Escola é responsável pelas demandas em saúde mental da área central e adjacências (bairros Cohab I e II, Sanga Funda, Arco Íris) e Zona Rural de Pelotas (considerando o acesso de ônibus).

O CAPS- ESCOLA tem como objetivo aproximar-se da realidade das pessoas com transtorno psíquico severo e persistente, numa perspectiva interdisciplinar proporcionando um espaço de reabilitação psicossocial e de resgate da autonomia do sujeito dentro de sua realidade e contexto sócio-familiar. Academicamente, pretende preparar o aluno para a vida profissional alicerçada no compromisso com as forças institucionais a favor de uma política de saúde comprometida com a ética, com o cuidado e com a atenção à saúde mental de portadores de transtornos mentais.

Equipe
Profissionais envolvidos (relação nominal)
SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE:
Enfermagem: Berenice Martinez e Andréa Dias
Técnicas de Enfermagem: Clareci Ortiz
Elisabete Vargas
Técnico em Educação Física: Anderson Meireles
Roberta Insaurriaga
Técnico em Musica: Izamir de Farias
Técnico em Artes: Liliane Dias
Rebecca Silva
Artesã: Maria de Fátima Mendes
Recepcionistas: Milene Sarquissiano
Serviços Gerais: Daiane

UCPEL:
Psicólogos: Pablo Juan Zaffaroni Elola (2013)
Rafaela Correa Tillmann
Valéria de Oliveira Nogueira (coordenadora)
Alisson Morales
Magda Klug
Gustavo Palhada
Psiquiatra: Ana Rita
Assistentes Sociais: Márcia Rodrigues
Maria Cristina Barbiere
Higienização: Tânia Santos

Alunos envolvidos – Atividade desenvolvida – Carga horária realizada – Curso de referência – Disciplina envolvida/Atividade complementar
Psicologia:
Saúde Mental Coletiva: 15 alunos/ano – 6h semanais
Psicopatologia: 60 alunos/ano 1h/semanal
Práticas em Psicologia - Observação de Grupos: 05 alunos 1h/semanal
Enfermagem: observação-10 alunos, 4h/semanal
Curricular- 4 alunos, 20h/semanal
Fisioterapia: 30 alunos (aproximadamente)/1º semestre – 4h/semanal
Serviço Social: 02 alunas 8h/semanal
Design em Moda: 01 aluna, 4h/semanal
Curso de Informática: 01 bolsista, 2h/semanal
PET SAÚDE MENTAL: 06 alunos, 8h/semanal (Psicologia, Enfermagem, Medicina)
Bolsista de Extensão: 01 aluno anual, 20h/semanal
Atividade Complementar Específica: 11 alunos, 4h/semanal
Pesquisas Enfermagem, Serviço Social e Psicologia (TCC/TCP)

Atividades/projetos desenvolvidos

Oficinas: Música, Artesanato (Bijuteria, Pintura em Tecido, Customização de objetos),Educação Física, Higiene e Beleza (Cuidados Pessoais), Moda, Marcenaria,Leitura de Mundo, Tapeçaria, Paisagismo, Teatro, Costura, Culinária para Iniciantes, Culinária Profissionalizante, Pintura em Madeira.

Grupos: Grupo de Jovens, Grupo de Mulheres, Grupo de Homens, Grupos de Medicação, Grupos de Familiares, Grupo de Recepção (acolhimento coletivo)

Atividades Sócio-Culturais: Agenda Cultural, Festas Comemorativas, Passeios e Viagens Recreativas, Feiras de Artesanato (exposição e vendas), Eventos da cidade.

Reuniões: de Equipe local, de Estagiários, dos Serviços de Psicologia, de Distrito Sanitário (rede de saúde do território de abrangência do CAPS), Assembléias Gerais (usuários e seus familiares, estagiários e equipe), Conselho Gestor Local (representação da coordenação local, trabalhadores do serviço e do território e usuários do CAPS).

Cursos: Informática (Capelania-UCPEL), Capacitação das Equipes das Unidades Básicas do território, Redução de Danos, Saúde do Homem, Nutrição.

Controle Social: Plenárias do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Comissão de Saúde Mental (CMS), Associação dos Usuários, Familiares e Amigos da Saúde Mental, Audiências Públicas na Câmara dos Vereadores entre outros.

Na comunidade (integrado com outros CAPS): Invernada da Saúde Mental (CTG)
Grupo Vocal Esperança
Produção e Programa na Rádio
Geração de Renda: Grupo RETRATE (Reabilitação, Trabalho e Arte), dispositivo da rede de saúde mental incubado pelo NESIC-UCPEL.

Oficinas: Música, Artesanato, Educação Física, Higiene e Beleza (Cuidados Pessoais), Moda, Marcenaria, Leitura de Mundo, Tapeçaria, Paisagismo, Costura, Teatro, Dança, Dança do Ventre, Pintura e Expressão, Culinária Profissional.
Grupos: 3 Grupos de Mulheres, Grupo de Homens, 4 Grupos de Medicação, 4 Grupos de Familiares, Grupo de Rede, Grupo de Direitos.
Atividades Sócio-Culturais: Agenda Cultural, Festas Comemorativas, Passeios e Viagens
Recreativas, Feiras de Artesanato (exposição e vendas),
Eventos da cidade.
Reuniões: de Equipe local, de Estagiários, dos Serviços de Psicologia, de Distrito Sanitário
(rede de saúde do território de abrangência do CAPS), Assembléias gerais
(usuários e seus familiares, estagiários e equipe), de Coordenadores de CAPS e outros
serviços da Rede de Atenção psicossocial.
Cursos: Informática (Capelania-UCPEL), Apresentação Grupo de Recepção para Caps Fragata e Caps Zona Norte
Controle Social: Plenárias do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Grupo de Trabalho da
Reforma Psiquiátrica (CMS), Associação dos Usuários, Familiares e
Amigos da Saúde Mental, entre outros.
Projetos Aprovados: 2010 - Projeto Oficina de Moda
2011 – Supervisão Clinico Institucional
- PRÓ-SAÚDE/PET SAÚDE MENTAL
2012 - III Chamada para Seleção de Projetos de Reabilitação Psicossocial: trabalho, cultura e inclusão – Projeto PLURARTE
Eventos: Participação em todos eventos promovidos pela UCPEL e SMS. Participação em eventos promovidos na cidade através da agenda cultural (FENADOCE, festas populares como Carnaval

Público Alvo
Adultos, a partir de 18 anos com transtornos psíquicos moderados, severos e persistentes, referenciados das Unidades Básicas de Saúde/SUS e/ou outros serviços de saúde, que necessitem de tratamento e reabilitação psicossocial.

 

Número de Atendimentos

Total de pessoas cadastradas: 230 pessoas
Total de Atendimentos realizados no ano de 2012: 12000 atendimentos
Média mensal de atendimentos: 1000 atendimentos

UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE
BAIRRO PESTANO
Equipe:
Professores Supervisores: Carmen Lopes
Sinara Franke de Oliveira
Técnicos Administrativos: Alisson Morales
Alunos: 16

Projetos e Atividades Desenvolvidas:
Estudo da Comunidade - Construção de um olhar que contemple as especificidades locais, regionais, culturais, políticas, econômicas e componentes sócio-históricos. Conhecimento dos dados epidemiológicos de atenção em saúde.

Atendimento Inicial - Esta prática tem como objetivo acolher o usuário que procura atendimento Psicológico. São entrevistas realizadas com o objetivo de compreender a demanda trazida pelo paciente para então encaminhá-lo ao atendimento adequado, podendo ser na própria UBS, para o Serviço de Psicologia ou na rede se saúde da cidade. Tal prática também orienta para a implementação de projetos em atenção primária na comunidade na qual está inserida a atividade. A responsabilidade do aluno nesta atividade só termina, quando a instituição para a qual o paciente foi encaminhado, nos seus diferentes níveis de complexidade, o acolhe (referência e contra-referência)
Visita Domiciliar - Sempre que observada a necessidade em virtude da impossibilidade de locomoção do paciente até a UBS; para o complemento das intervenções que já vem sendo realizadas; para levar a informação de grupos a serem formados.
Acompanhamento ou coordenação de grupos já existentes na Unidade, bem como formados a partir de demandas detectadas.
 Grupo de mães
 Grupo de gestantes
 Grupo de diabéticos e hipertensos
 Intervenções em Instituições da comunidade com demanda para acompanhamento em saúde mental (escolas, outros)
 Reuniões
Números de atendimentos: 510

 

UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE – BAIRRO FÁTIMA
Equipe:
Professores Supervisores: Carmen Lopes e Sinara Franke de Oliveira
Técnicos Administrativos: Alisson Morales
Alunos: 35

Projetos e Atividades Desenvolvidas:
Estudo da Comunidade - Construção de um olhar que contemple as especificidades locais, regionais, culturais, políticas, econômicas e componentes sócio-históricos. Conhecimento dos dados epidemiológicos de atenção em saúde.
Atendimento Inicial - Esta prática tem como objetivo acolher o usuário que procura atendimento Psicológico. São entrevistas realizadas com o objetivo de compreender a demanda trazida pelo paciente para então encaminhá-lo ao atendimento adequado, podendo ser na própria UBS, para o Serviço de Psicologia ou na rede se saúde da cidade. Tal prática também orienta para a implementação de projetos em atenção primária na comunidade na qual está inserida a atividade. A responsabilidade do aluno nesta atividade só termina, quando a instituição para a qual o paciente foi encaminhado, nos seus diferentes níveis de complexidade, o acolhe (referência e contra-referência).
Visita Domiciliar - Sempre que observada a necessidade em virtude da impossibilidade de locomoção do paciente até a UBS; para o complemento das intervenções que já vem sendo realizadas; para levar a informação de grupos a serem formados.
Acompanhamento ou coordenação de grupos já existentes na Unidade, bem como formados a partir de demandas detectadas.
Grupo de mães
Grupo de gestantes.
Grupo de diabéticos e hipertensos
Intervenções em Instituições da comunidade com demanda para acompanhamento em saúde mental (escolas, outros)
Reuniões
Números de atendimentos: 700

CAMPUS FRANKLIN OLIVÉ LEITE

Equipe:
Professores Supervisores:
Carmen Lopes
Sinara Franke
Técnicos Administrativos:
Alessandra Almeida
Alunos: 06 alunos

Projetos e atividades Desenvolvidas:
Grupo de Gestantes - Casa da Gestante
Plantões da Pediatria e Ginecologia
Grupo de Sala de Espera Ginecologia

Números de atendimentos: 376

Hospital Universitário São Francisco de Paula
Equipe
Supervisores Acadêmicos: Carmen Lopes e Sinara F. Oliveira
Técnicos administrativos: psicóloga Debora Bonilla e Anelise Neves
Alunos: 21 alunos
Bolsistas: 4

Atividades/projetos desenvolvidos
O Serviço de Psicologia Hospitalar busca prestar assistência psicológica acompanhada da atualização constante de conhecimento sobre a prática psicológica no hospital e na área da saúde na realidade social brasileira. O atendimento ao leito busca prestar avaliações e atendimentos aos pacientes internados no HUSFP, como também a seus familiares, acolhendo e trabalhando angústias decorrentes do adoecimento e da hospitalização.
Tem como rotina diária atuação nos setores da Área Materno-Infantil (Maternidade, Pediatria, UTI Pediátrica, UTI Semi-Intensiva) e atendimento sob encaminhamento nos demais setores (Convênios, Casa da Gestante, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e UTI Geral). A Sala de Recreação Terapêutica promove atividades lúdicas possibilitando aos pacientes pediátricos um ambiente saudável durante o período de internação. Busca também proporcionar o alívio das tensões ao paciente e seu familiar, orientar práticas de educação em saúde e a humanização do atendimento hospitalar.

Número de Atendimentos
Sala de Recreação 1900
Serviço de Psicologia: 2891
Total atendimentos HUSFP: 4791 atendimentos

O serviço de Psicologia, nos locais referidos, totalizou em 2012, 21808 atendimentos

Contato

(53) 2128-8216


Universidade Católica de Pelotas
Rua Félix da Cunha, 412
CEP: 96010-000
Pelotas - RS - Brasil
Fone: + 55 (53) 2128-80000

Desenvolvido por Núcleo Web - Assessoria de Comunicação e Marketing UCPel